Etiqueta: luispedrodeabreu

ANTES E DEPOIS – “Recomeços”

Por Luís Pedro de Abreu

Veja o ANTES e DEPOIS da renovação desta causa tão nobre.

Recomeços

Por Luís Pedro de Abreu

Com tempos difíceis como os que o mundo vive, a Tânia e o Ricardo cederam um apartamento que tinham a uma família ucraniana refugiada, no entanto o apartamento não tinha o conforto necessário. Tal como a causa do Querido é mudar a vida de tantas famílias, esta é a causa deste casal. Numa altura em que ninguém fica indiferente a guerra na Ucrânia, descobrimos a candidatura de um casal que nunca recusa ajudar o próximo e que arranjou esta forma de ajudar.

Este apartamento é numa cave que, só por si, é associado logo problemas de humidade e a falta de conforto era visível. São 5 divisões (4 quartos e uma sala) e hall comum a todos os quartos. Foi um projecto grande e ambicioso, por isso o Querido chamou todos os decoradores para darem ajuda na obra.

É uma casa que hoje acolhe uma família, mais tarde pode acolher outra ou até mais que uma ao mesmo tempo. Foi então neste sentido que Luís Pedro conduziu o projecto para todas estas eventualidades, criando quartos que tanto dão para crianças como para a adolescentes, e ainda acrescentou berços. Foi transformada numa casa polivalente em que, nem tudo pode ser preciso de imediato, mas para o futuro ficou completa. Foram escolhidos tons pastel para trazer mais conforto.

Na sala, uma das paredes foi forrada com gesso cartonado, no entanto não da altura total da parede para visualmente quebrar a sensação do pé direito demasiado alto. O papel de parede aplicado sob este gesso cartonado é a imitar palhinha, quase inócuo e intemporal, uma mancha agradável sem se tornar marcante ou cansativa. Esta divisão foi pintada num tom mais escuro, terracotta, para fechar o ambiente e deixá-lo mais cozy. O nosso decorador procurou criar aqui uma zona de maior conforto, mais decorada e calorosa.

De paredes brancas e decoração cor-de-rosa este é um dos quartos deste apartamento, preparado com alguma arrumação e zona de estudo.

O quarto maior da casal, e o quarto de casal. Um quarto com bastante arrumação e ainda conta com uma zona com berços. Uma outra parede forrada a gesso cartonado foi a parede da cabeceira deste quarto onde foi criada uma boiserie em cinzento.

Neste quarto, um quarto duplo de tons bege e de madeira, foi criado um lambrim de madeira que encurta a sensação de pé alto.

Outro quarto individual que cumpre com os requisitos que um quatro de juvenil pede, de pormenores em tons de amarelo e madeira para dar algum carácter a este espaço de base branca.

Os Queridos não puderam deixar de dar um novo ao hall de acesso a todos os quartos e verde foi a cor que invadiu este espaço.

Mãos-à-Obra – “Uma casa nova”

Neste Mãos-à-Obra, Luís Pedro teve a ideia de transformar um antigo roupeiro encastrado num pequeno fraldário. Veja como.

https://www.leroymerlin.pt/?gclid=Cj0KCQiAk4aOBhCTARIsAFWFP9HiWPJYGBHsF5vmjoWmfvSnphAuhc74AdM31fdB0A28yU82KhO3D1UaAoTeEALw_wcB

“Uma casa nova”

Por Luís Pedro de Abreu

A Casa Nova é uma casa de acolhimento de ação de solidariedade social que acolhe crianças dos 0 aos 12 anos. as responsáveis fazem tudo para que estas crianças se sintam em casa e apostam num ambiente acolhedor e terapêutico. Os quartos foram as divisões com que concorreram ao Querido, mudei a casa!.

As maiores necessidades deste espaço prendiam-se mais ao conforto do que à estética. As janelas e o chão precisavam de ser trocados. E a arrumação e a organização tinham que ser repensadas, pois aqui vivem muitas crianças. Tudo isto nos quatro quartos. Foi um desafio abraçado com entusiasmo.

O quarto mais pequeno passou a ser o quarto dos bebés, onde os berços cabem melhor. De tons neutro, o branco foi aplicado como base e complementado com apontamentos de cores suaves.

No quarto dos rapazes retiraram-se as portas de correr que davam para uma marquise, assim o espaço útil aumentou consideravelmente. Para aqui foi desenhado o grande roupeiro que serve de apoio a todos os quartos, depois como complementos há cómodas em todos eles. A cor predominante escolhida para este quarto foi um verde pastel.

O quarto das raparigas tem um requinte feminino que não foi aplicado nos outros. O rosa velho é a cor da divisão e é arrematado com papel de parede a imitar palhinha, que torna o quarto mais quente.

O quarto maior é quarto misto, adaptável tanto a meninas como a meninos. Este vive num ambiente quente de amarelo torrado em meia parede e na parte superior branco.

Foi encontrada uma linha de continuidade na decoração entre os quatro quartos, e o corredor que lhes dá acesso também foi recuperado e decorado.

“Cozinha para gerações”

Por Luís Pedro de Abreu

A casa da avó Lurdes é a típica casa da avó que se torna a casa da família, uma família que passou por alguns altos e baixos, com a perda do avô e da mãe. O sonho da mãe era candidatar-se ao Querido e o Gonçalo Santos, o noivo da neta Constança tomou as redes e fê-lo. A cozinha é um espaço onde a avó passa a maior parte do tempo, ela adora cozinhar e a família passa muito tempo nesta divisão, cada vez mais é um espaço de convívio.

Luís Pedro penso numa cozinha para a avó mas também a pensar na neta e no futuro marido dela, que irão viver aqui. Procurou uma cozinha para as duas gerações, uma cozinha funcional e moderna e fresca.

Nesta divisão existem duas zonas num só espaço: a zona de refeições e a cozinha. Na cozinha, para criar a funcionalidade, foi importante que os espaços e funções estivessem bem delineados e organizados: zona de frio, zona de confecções, zona de lavagens e uma pequena zona de lavandaria; antes as funções estavam todas cruzadas e agora está tudo bem distinto e funcional. A cozinha tem um degrau a meio, a bancada e a ilha atravessam o degrau à mesma altura para disfarçar este desnível.

Forraram-se as paredes todas a gesso cartonado para revestir os azulejos existentes e passou a haver então uma cozinha de base branca com moveis brancos lacados, quase a fazer lembrar um laboratório, para depois contrastar com as madeiras e o cinza escuro de uma parede que confere profundidade ao espaço. Pequenos apontamentos também em preto para ligam todo o design.