Categoria: COZINHAS

“Moderno e clássico”

Por Teresa Pietra Torres

O candidato deste episódio, Rui Dinis, quis presentear os pais que sempre se esforçaram por dar tudo aos filhos e esta foi a melhor forma retribuir e agradecer.

A divisão escolhida foi a cozinha, um espaço degradado, velho e pouco funcional. A solução que Teresa decidiu ser a mais correta foi, mantendo o mesmo layout, substituir tudo e dar uma nova imagem à cozinha.

A intenção era um cozinha moderna e atualizada, mas ao mesmo tempo era importante ter em conta a idade dos candidatos. O equilíbrio entre o moderno e o clássico foi conseguido com uma base moderna conjugada com cores e materiais mais clássicos, como o azul e a madeira. O branco como cor base, o azul como cor clássica e a madeira e o ocre conferem um cariz mais “quente” à decoração. Mais funcionalidade, arrumação e organização eram fundamentais na integração deste projeto.

Uma das tarefas mais complicadas desta obra foi a demolição de um arco que dava acesso a um pequeno espaço, espaço este que tinha também de ser integrado na nova decoração, dando assim uma nova vida a esta divisão.

Todas as paredes foram revestidas a gesso cartonado e posteriormente pintadas de branco e no chão foi colocado um pavimento cerâmico cinza com manchas que faz lembrar o microcimento que invoca o moderno no design desta cozinha.

“Uma cozinha para todos”

Por Rita Glória

A candidata desta semana chama-se Cláudia Mendonça, é enfermeira e desde o início que tem estado na linha da frente no combate à pandemia, o que a obrigou a estar afastada da família por um largo período de tempo. Com tudo isto suspendeu o sonho de renovar a cozinha da casa compraram recentemente, agora que o pior já passou quis presentear-los com esta renovação.

Foi escolhida a cozinha por ser uma das zonas sociais da casa e o ponto de ligação entre o interior e o exterior. É um espaço bastante grande que requeria muitas tarefas, das quais uma demolição. A divisão ao lado da cozinha era uma sala de jantar e, no projeto de Rita Glória, fazia sentido estes espaços fundirem-se. A demolição permite um novo layout com uma zona de refeições e uma ilha, tal como a nossa decoradora idealizava, totalmente contemporânea e alegre.

A cozinha e a sala tinham azulejos bastante antiquados que não se enquadravam na nova decoração. As paredes que tinham azulejo e que não levaram o novo cerâmico foram revestidas por gesso cartonado. No espaço entre móveis da cozinha o cerâmico colocado tem formato hexagonal, cada peça adquiria a característica de mate e brilho. O pavimento que foi aplicado em todo a divisão foi um cerâmico a imitar madeira.

O cinza claro foi a base de toda a decoração, mas o verde menta foi a cor escolhida para abraçar este espaço, criando um bonito contraste entre as duas cores. Os móveis inferiores da cozinha em azul/esverdeado e os superiores (móveis abertos e móveis fechados) em madeira trazem uma homogeneidade a todo o ambiente, e pormenores pretos e dourados complementam-nos.

“Na Casa de Campo” – Catálogo

Por Luís Pedro de Abreu

O resultado final deste espaço é completamente fresco e, como programa de decoração, acima de qualquer outra ideia ou equívoco que possa existir de que é um programa de responsabilidade social, gostamos de demonstrar de que forma se pode transformar todo o tipo de espaços para possam servir de inspiração nas vossas casas.

Aqui tem acesso ao catálogo deste programa e aos links das marcas dos produtos usados.

https://www.woodlovers.pt/

https://www.homesinheaven.com/

https://lojaquerido.com/

https://www.casaalegre.com/

https://www.hoover.pt/pt_PT?utm_source=Google&utm_medium=CPC&utm_campaign=Hoover_Brand_PT_27-04-2020_31-12-2020_Branding&utm_term=Search&utm_content=Text_ads

http://www.rodiconstrucoes.pt/

https://www.eurocaixilho.pt/

https://margres.com/pt

https://www.ikea.com/pt/pt/

https://www.leroymerlin.pt/

Companhia do Campo

Lai Branquinho

“Na casa de campo”

Por Luís Pedro de Abreu

Fátima Santos candidatou-se ao Querido para tentar renovar a cozinha da sua mãe que, desde que enviuvou e por motivos de saúde, encontra-se a viver em casa da filha. No entanto todos os dias fala na sua casa e de como gostaria de lá voltar a viver.

É uma cozinha de uma casa de campo tradicional que engloba, além da cozinha, um espaço de refeições e sala de estar. É uma zona onde a família se costumava reunir e que se encontrava desactualizada, gasta e pouco funcional.

Luís Pedro percebeu que a divisão estava condicionada em termos de layout, devido às três zonas já predefinidas. Então aqui o grande desafio era criar um espaço mais funcional e moderniza-lo tendo sempre em conta a disposição que tinha que ser mantida.

Nesta divisão o nosso decorador utilizou apenas a cor branca, visto que a cor será depois aplicada através do mobiliário e da decoração.

Na cozinha, a grande alteração é a sua organização, quisemos tornar a cozinha mais funcional. Ficámos com uma bancada de lavagens e outra de confeção, aumentando assim também as zonas de trabalho. Como casa de campo que é fazia todo o sentido os móveis da cozinha serem de madeira escura, que nas suas linhas direitas encaixa na perfeição na decoração do espaço.

O pavimento escolhido foi o mosaico, visto tratar-se da cozinha e da sala de uma casa de campo necessitava de um material adequado a uma divisão está em ligação com o exterior.

“Nova Cozinha, Nova Vida”

Por Tânia Martins

“Apagar da memória desta família a tragédia que ocorreu neste espaço, foi sem dúvida o maior desafio que enfrentei quando aqui entrei.”, é desta forma que a decoradora Tânia Martins descreve o ponto de partida para esta transformação.

Era necessária uma mudança total, sendo por isso que nada do que se encontrava neste espaço foi reaproveitado. Esta transformação marca sem dúvida o inicio de uma nova vida para esta família.

ANTES

DEPOIS

“Decidi arriscar e coloquei o papel de parede em todo o espaço de refeição, para que esta família se sentisse como se “abraçada” por este papel que torna o espaço ainda mais acolhedor e confortável.” Tânia Martins

“O principal objectivo é tapar a porta que dá acesso à garagem. Para isso decidi criar uma parede de móveis altos de despenseiro, ocultando assim a porta. O resultado final vai ser o acesso ocultado por um móvel. Neste sentido, a candidata não terá de recordar todo o acontecimento sempre que estiver na cozinha.” Tânia Martins

“O resultado final deste projecto é o esperado quando histórias como estas nos motivam a fazer mais e melhor. Todo o processo de obra era bastante complexo, no entanto tudo correu dentro do esperado e toda a equipa ficou bastante satisfeita.” João Benedito

CATÁLOGO

Todas as informações sobre os produtos utilizados estão disponíveis aqui.

RESULTADO FINAL

Ainda se recorda deste grande “antes e depois”? Fiquei com esta extraordinária transformação e deixe-se inspirar por esta decoração!

” Dois espaços, uma divisão”

Neste programa falamos uma vez mais de duas divisões. A cozinha era bastante antiga, com cerca de 50 anos, em muito mau estado e temos também a sala ainda que mais recente com bastante ausência de decoração, o que se traduzia num espaço frio e pouco ou nada acolhedor.
Paralelamente à cozinha, existia também uma zona de refeições que não foi desconsiderada neste projecto.
Foi necessária a intervenção nestas três áreas, de modo que as mesmas se complementassem entre si.
O preto e branco foi a base utilizada e alguns elementos do estilo contemporâneo.
A utilização dois dois sofás é justificada pelo facto de os candidatos puderem estar em ambos os espaços e continuarem a conviver entre si, tirando proveito da ligação que os espaços têm.
O painel de parede na sala remete para a ideia de natureza, sendo que nesta sala não existiam janelas.

ANTES

DEPOIS

CATÁLOGO

RESULTADO FINAL