Etiqueta: SALAS

CANDIDATURAS

A nossa plataforma de inscrições está sobrecarregada pelo número elevado de candidaturas.
Desta forma, pedimos que nos enviem as vossas candidaturas com fotografias da divisão para os nossos emails. Estas devem ser enviadas para o respectivo endereço de email de acordo com a divisão seleccionada.

⚜️ jardins.querido@email.com
⚜️ cozinhas.querido@email.com
⚜️ salas.querido@email.com
⚜️ quartos.querido@email.com
⚜️ instituicoes.querido@email.com

O email deve conter:
⚜️Nome completo
⚜️Email
⚜️Contacto
⚜️Morada completa
⚜️Localidade
⚜️Código postal
⚜️Idade
⚜️Profissão
⚜️Divisão que pretende renovar
⚜️As razões do pedido
⚜️Quem vive na casa
⚜️Definir o estilo de decoração que gosta
⚜️Cores que gosta e que não gosta
⚜️Fotografias da divisão

Boa sorte!

“De filho para mãe”

Por Teresa Pietra Torres

O nosso candidato tem apenas 13 anos, chama-se Martim e candidatou-se para surpreender a sua mãe, que nunca lhe faltou com nada e já passou por problemas graves de saúde. Esta mãe e este filho moram sozinhos e a sala é a divisão onde passam mais tempo, onde convivem e onde a mãe muitas vezes trabalha.

Esta sala era muito escura e muito pesada e, depois de tudo o que passou, Dora merece uma divisão com mais luz. Primeiramente, Teresa conceptualizou este projeto para criar três espaços distintos na divisão: zona de refeições (que não existia), zona de estar e zona de trabalho.

O espaço foi todo pintado branco para o tornar mais claro. A base das cores é suave e a decoração é que vai dar cor e personalidade ao ambiente.

As ripas de madeira, que sobem das paredes até ao teto, servem para delimitar a zona de refeições, diferenciando a zona de estar com a zona de jantar. Estas ripas na zona de jantar dão um aspeto mais fechado e que se abre para a zona de estar. Foi aplicado uma velatura branca para não ficarem ao natural, assim seriam mais escuras e acabavam por fechar mais o espaço.

Nesta zona da da sala, na parede que ficou lisa, foi aplicado um papel de parede de tom esverdeado que dá vida ao espaço. Esta zona de jantar tem um banco corrido que a Teresa pensou para este espaço.

O móvel de parede a parede estende-se às 3 zonas da sala. Este móvel serve de apoio a TV, serve de secretária para a zona de trabalho e de aparador de apoio à zona de jantar. Foi feito com vários módulos e um tampo que os une.

“A sala feminina”

Por Rodolfo Galvão

Cristina, a nossa candidata, é mãe solteira e está desempregada e, para dar animo e ver alguma mudança na sua vida candidatou-se ao ‘Querido’. A sala foi a divisão com que se candidatou, pois é o local de convívio desta família, e é uma surpresa para as duas filhas.

Nesta sala notava-se falta de conforto então, Rodolfo Galvão, o nosso decorador, pensou numa sala feminina, que fosse ao encontro das necessidades da Cristina e das filhas. Aqui era importante criar vários espaços dentro, uma zona de arrumação, uma de estar, uma zona de estudo e a zona de refeições. E, contrariando o que é usual, o sofá é o centro da sala, tudo acontece à volta do mesmo.

A sala tinha uma lareira que foi fechada com gesso cartonado para criar uma zona de TV, não era utilizada pela candidata nem mesmo gostava dela. Esta parede foi revestida num papel de parede com motivos tropicais em tons de branco e dourado.

Rodolfo criou o seu projeto que “grita” pelo espírito feminino – paredes todas rosa claro com um friso à volta de toda a divisão (à exclusão da parede de gesso cartonado) da mesma cor das paredes. Brancos, madeiras, verdes e dourados são os tons que complementam esta decoração, que dão vida e requinte a esta sala jovem.

“Para uma família XL”

Por Ana Antunes

Maria Marques, a mais velha de 10 irmãos com idades compreendidas entre os 8 e os 27 anos, candidatou-se ao Querido para surpreender os pais, pois a prioridade deles sempre foi a família e não os bem materiais. Esta sala é onde a família se reúne aos fins-de-semana para almoços e jantares, para passarem tempo juntos, como tal era necessário dar um espaço de qualidade onde pudessem conviver.

Esta sala é um espaço amplo mas cheio de dificuldades e foi preciso uma reorganização do espaço. Aqui foi importante criar zonas que conseguissem albergar toda a família, tanto na zona de estar como na zona de refeições, e acima de tudo, criar uma sala prática com o essencial.

A divisão tinha um elemento estranho, um palco de madeira que limita o espaço, criava obstáculos e estava em mau estado. No projeto inicial para ser removido na totalidade mas durante a obra descobriu-se um maciço de betão por baixo da madeira, o que impediu a demolição com tão pouco tempo de obra, por isso retirou se só uma parte de forma a ganhar espaço para o mobiliário.

Retirar um pouco deste ar de casa de campo e torná-la um pouco mais contemporânea foi uma das grandes premissas de Ana Antunes para este projeto. No entanto os pais são têm um estilo mais clássico, por isso houve uma simbiose dos dois estilos.

Nichos junto à lareira são foram reduzidos e a lareira passou a ser ladeada de pedra; nos nichos que ficaram descobertos foram pintados de cinza e os fundos revestidos a espelho. Tudo isto tornou esta parede de destaque mais moderna mas com apontamentos clássicos, como a iluminação.

Uma parte do teto era de madeira escura e para abrir o espaço visualmente, foi pintado de branco. Na zona de jantar foi aplicado um tom azul pastel e um cinza muito claro na zona de estar. O azul e o cinzento são dois tons que se enquadram tão bem no clássico como no contemporâneo, foram cores que encaixaram nesta divisão na perfeição.