Etiqueta: COZINHAS

“Uma cozinha para todos”

Por Rita Glória

A candidata desta semana chama-se Cláudia Mendonça, é enfermeira e desde o início que tem estado na linha da frente no combate à pandemia, o que a obrigou a estar afastada da família por um largo período de tempo. Com tudo isto suspendeu o sonho de renovar a cozinha da casa compraram recentemente, agora que o pior já passou quis presentear-los com esta renovação.

Foi escolhida a cozinha por ser uma das zonas sociais da casa e o ponto de ligação entre o interior e o exterior. É um espaço bastante grande que requeria muitas tarefas, das quais uma demolição. A divisão ao lado da cozinha era uma sala de jantar e, no projeto de Rita Glória, fazia sentido estes espaços fundirem-se. A demolição permite um novo layout com uma zona de refeições e uma ilha, tal como a nossa decoradora idealizava, totalmente contemporânea e alegre.

A cozinha e a sala tinham azulejos bastante antiquados que não se enquadravam na nova decoração. As paredes que tinham azulejo e que não levaram o novo cerâmico foram revestidas por gesso cartonado. No espaço entre móveis da cozinha o cerâmico colocado tem formato hexagonal, cada peça adquiria a característica de mate e brilho. O pavimento que foi aplicado em todo a divisão foi um cerâmico a imitar madeira.

O cinza claro foi a base de toda a decoração, mas o verde menta foi a cor escolhida para abraçar este espaço, criando um bonito contraste entre as duas cores. Os móveis inferiores da cozinha em azul/esverdeado e os superiores (móveis abertos e móveis fechados) em madeira trazem uma homogeneidade a todo o ambiente, e pormenores pretos e dourados complementam-nos.

“Natural sofisticado”

Por Ana Antunes

Por trás de cada remodelação e de cada casa há uma história de uma família. Maurício, candidatou-se ao ‘Querido’ para trazer mais alguma felicidade aos pais. Há uns anos o seu pai, Carlos, teve um AVC que lhe trouxe uma incapacidade de mais de 90%, e é a mãe, Cecília, que diariamente toma conta do marido e de todas as tarefas. O desejo de Maurício era que transformássemos a sala de forma a criar um espaço onde o casal possa estar, a fim de facilitar a logística à mãe que toma conta do pai.

Desde logo, Ana Antunes, percebeu que era um sala com potencial e com dimensões consideráveis, e que o essencial era potencializar um espaço que os dois conseguissem usufruir; mais do que realizar um sonho era importante melhorar as condições diárias da vida deste casal. Claro que o projeto tinha que passar por unir a sala à pequena cozinha que tinha dimensões de um corredor. Assim , Cecília que tinha como profissão ser cozinheira e que ainda gosta de aprimorar na sua arte pode ter o marido por perto, na sala.

As paredes da sala eram de uma textura agressiva e para se solucionar esse problema colocou-se gesso cartonado a toda a volta que, depois do primário, foi pintado de branco. Envolver estas divisões em branco era fundamental para dar destaque às texturas da decoração e ao verde que sai da janela do jardim de inverno. Este espaço é dedicado a um casal que já não é jovem e que tem uma casa de campo na cidade, e foi essa a ideia traduzida na decoração; um pouco de campo com os materiais naturais (madeira, palhinha, ratan) e de cidade com as linhas contemporâneas da cozinha, de forma a criar um natural sofisticado.

Na cozinha, um revestimento porcelânico branco texturado de folhagens passou a cobrir as paredes, e o chão dos dois espaços foi revestido com um pavimento cerâmico que imita a madeira. Como foi colocado cerâmico sobre o antigo azulejo teve de ser usada uma cola especifica, assim não foi necessário retirar o antigo. Na continuidade do conceito decorativo da sala as portas de cima dos armários são brancas e as de baixo em madeira e a decoração conta com apontamentos pretos.

“Uma Cozinha Confortável”

Esta era uma divisão que se encontrava em mau estado e era muito pouco utilizada pela candidata, por não sentir que a cozinha fosse um espaço confortável.
O principal objectivo era sem dúvida tornar esta uma divisão onde a candidata pudesse e conseguisse passar mais tempo.
Foi acrescentado um módulo de arrumação por cima da porta de entrada, o que tornou o espaço mais funcional mas ao mesmo tempo possível de circular e sem muitos elementos que pudessem tornar a divisão demasiado cheia.
A cor predominante foi o branco e o elemento da madeira, que conjugados tornaram a divisão ampla e fresca.

ANTES

DEPOIS

CATÁLOGO

RESULTADO FINAL