Etiqueta: homedesign

Mãos-à-obra – “No conforto do lar”

Por Luís Pedro de Abreu

No Mãos-à-obra deste programa Luís Pedro ensina-lhe como fazer uma estante diferente e com um toque rústico.

  • 5 prateleiras grossas de madeira rústica e 10 poleias da Leroy Merlin;
  • Marcar na madeira a medida desejada para se cortar de forma a que fiquem planas e encostadas à parede;
  • Colocar as poleias na parede (neste caso não ficam à face das prateleiras, ficam 20cm para dentro);
  • Antes de colocar as prateleiras deve-se lixar e colocar uma velatura que protege a madeira e confere outra tipo de acabamento.

Este objeto decorativo rústico foi criado por oposição às outras peças modernas usadas na decoração.

“No conforto do lar” – Catálogo

Por Luís Pedro de Abreu

O resultado final deste espaço foi completamente feito à medida das necessidades da candidata e, como programa de decoração, acima de qualquer outra ideia ou equívoco que possa existir de que é um programa de responsabilidade social, gostamos de demonstrar as mais variadas formas de transformar qualquer espaço.

Aqui tem acesso ao catálogo deste programa e aos links das marcas parceiras dos produtos usados.

https://www.homesinheaven.com/

https://antarte.pt/pt/?gclid=Cj0KCQiAmL-ABhDFARIsAKywVac0wA-7JJWBuGly8Xvh3F2gQOh4qZySb73oHKYjY8kXieAPEJzGk8AaArh9EALw_wcB

http://www.acadeirinhadoalmeida.pt/

https://www.banak.pt/

https://lojaquerido.com/

https://www.woodlovers.pt/

https://vistaalegre.com/pt/?gclid=Cj0KCQiAmL-ABhDFARIsAKywVadz2kpukk-l5mR-uDvyhgOXZsl55BmVlb1B-1kOHIiisiXlzE4qERAaArpTEALw_wcB

https://www.molaflex.com/

https://www.eurocaixilho.pt/

https://www.ikea.com/pt/pt/

https://www.leroymerlin.pt/

Lai Branquinho

“No conforto do lar”

Por Luís Pedro de Abreu

Em Março do ano que passou, Sofia Real, descobriu que tinha uma doença que a leva a fazer quimioterapia por prevenção, e depois dessas sessões ela só quer um local onde possa descansar e recuperar. Foi então, nesse sentido que e candidatou ao ‘Querido, mudei a casa!’, no sentido de tornar a sua sala um espaço mais acolhedor e confortável onde pudesse repor as energias.

A primeira transformação visível na sala é a disposição da mesma, onde era a zona de refeições passou a ser a zona de estar e vice-versa.

Neste projecto, Luís Pedro, o nosso decorador, optou por tons claros e relaxantes. Nas paredes da sala usámos um tom bege claro que se insere perfeitamente na decoração pretendida. Para complementar o tom das paredes e criar textura e sensação de conforto colocámos um papel de parede que faz lembrar tecido, também ele bege.

O pavimento que existia na sala era um mosaico que tornava o ambiente muito frio e desconfortável, tentando responder a isso, colocámos um soalho flutuante que traz conforto visual e físico.

Como surpresa à candidata os Queridos uniram-se ainda mais e decidiram remodelar-lhe o quarto. Aqui o decorador optou por um tom verde água muito claro, que mais uma vez se insere na decoração pretendida e, desta forma, fomos ao encontro dos gostos revelados pela candidata.

No quarto usámos um papel de parede que será aplicado como painel em frente aos pés da cama que terá efeito meramente decorativo. Aplicámos também um papel de parede com efeito palhinha nas almofadas dos roupeiros existentes e nos roupeiros novos que implementámos, fazendo desta forma ligação entre os dois roupeiros.

“Médicos do Mundo”

Por Ana Antunes

Este projecto surge de uma forma diferente dos outros. A Leroy Merlin, em resposta a uma situação de pandemia global, criou a Operação Retribuir, um projeto que promove a acção de solidariedade e que visa em simultâneo agradecer aos colaboradores e aos profissionais de saúde. Contudo, quiseram ir mais longe e estar ao lado de uma associação cujo trabalho incidisse sobre a prevenção e apoio à saúde. A escolha da Associação Médicos do Mundo, uma Organização Não-Governamental de ajuda humanitária e de cooperação para o desenvolvimento, recaiu sobre o enorme impacto do seu trabalho.

Neste espaço vão trabalhar 14 pessoas e, Ana Antunes a nossa decoradora, achou essencial para o projecto criar zonas com uma dinâmica e orientação diferentes. O facto do pavimento da zona da entrada e da copa ser diferente do resto do espaço acaba por, apesar de ser um espaço amplo e aberto, criar a diferenciação de zonamentos.

A base de inspiração para o projecto deste espaço foram os cowork, uma tendência actual de espaços de trabalho. O coworking é um movimento que promove o trabalho em conjunto e aqui fazia todo o sentido aplicar este termo no projecto. O espeço foi dividido em zona de entrada, copa e zona de refeições, uma sala de trabalho geral, uma sala de reuniões e um gabinete da direcção.

Em termos de materiais e decoração os escritórios de cowork são sempre espaços onde a mistura de materiais mais orgânicos ou no seu estado natural como a madeira, o cimento, materiais reciclados e o ferro ou os metais convivem numa necessidade de contraste com elementos que trazem a natureza para dentro do espaço e por isso estes espaços têm sempre muitas plantas.

Embora não seja num estilo demasiado marcado alguns apontamentos no espaço têm uma abordagem mais industrial.

Na sala de reuniões implementou-se um ambiente um pouco mais sério e formal com uma parede de fundo de impacto com o elemento de destaque iluminado sobre a mesma.

A entrada deste espaço era uma zona muito importante e criou-se duas paredes com impacto, uma do lado direita onde temos um jardim vertical e alinhado em frente temos um painel de contraplacado marítimo com o mapa-múndi onde tem a frase que é o lema dos Médicos do Mundo.

Neste espaço surge uma copa com todas as funcionalidades necessárias. O preto encaixa neste contexto contemporâneo e é complementado com o papel de parede que surge inesperadamente e que nos transporta imediatamente para outro ambiente; os verdes e as plantas são uma característica nos espaços de cowork que ajudam a reduzir os níveis de stress e ansiedade.

Divisórias visuais surgem no espaço como elementos imponentes que nos ajudam, no caso da copa a definir um prolongamento da mesma, e na zona de trabalho como painel divisório.