Etiqueta: room

“Dois quartos de alegria”

Por Luís Pedro de Abreu

A palavra de ordem deste episódio foi “partilha”. A Miriam e o Guilherme são dois irmãos que partilham o quarto desde sempre e isso era um preocupação para mãe que sentia que o espaço não tinha as condições necessárias.

Não só era preciso uma nova estética como também era fundamental trazer conforto ao espaço. Este quarto foi projetado para haver duas zonas distintas de forma a criar dois ambientes, uma para menina e outro para o rapaz, e esse foi o maior desfio. Criar diferenciação de espaços mas ao mesmo tempo torna-los uno era fundamental para que os dois irmãos de idades distintas se sentissem confortáveis.

O amarelo torrado foi a cor predominante com que Luís Pedro decidiu arriscar e a decoração foi, em certos objetos, inspirada nos anos 80, como as cadeiras e o aproveitamento do pavimento. Ao mesmo tempo brincou com objetos bem modernos, como os fios elétricos coloridos que percorrem paredes e tetos de forma a separar a zona da menina com fio cor de rosa e a zona do menino com fio verde.

Luís Pedro e os Queridos não podia deixar o quarto dos pais como estava, também estes merecem. Era a divisão mais pequena de sempre, então o nosso decorador arranjou uma solução de arrumação que funciona bastante bem para espaços pequenos (dois armários laterais com uma ponte que os liga também com arrumação).

Por ser um quarto tão pequeno foi todo pintado de branco e salpicado com decoração esverdeada. O papel de parede que faz lembrar a malha do linho faz de cabeceira de cama, é discreto mas acrescenta mais conforto à decoração por parecer tecido.

“Quartos com recomeço”

Por Rodolfo Galvão

A necessidade de um pai, depois do divorcio, receber a filha de braços abertos e com o quarto renovado foi o que fez a avó candidatar-se ao ‘Querido, mudei a casa!’.

O quarto da Diana era um espaço vazio e carregado da tristeza que tinha sido vivida. Então Rodolfo percebeu que o essencial desta renovação era dar uma energia positiva ao quarto e transforma-lo de forma a que esteja preparado para acompanhar o crescimento e as necessidades da Diana, e que esta sinta o prazer de estar em casa do pai. Não era só transformar um quarto, era sobre transformar a vida desta família.

A temática do quarto da Diana desenvolveu-se a partir de um papel de parede de flamingos que foi usado como quadro. A base era um cinza muito claro, quase branco e os tons cor de rosa e amarelo predominaram no espaço, no entanto o azul ganhou vida nalguns apontamentos. Rodolfo criou várias zonas cheias de pormenores e ainda inseriu arrumação que antes estava em falta. Em grande destaque os Queridos fizeram uma secretária/tocador que faz as delicias do quarto.

Mesmo a candidatura ter sido só para o quarto da filha, os Queridos não podiam deixar para trás o quarto do pai, o Francisco, que tanto merece um recomeço na sua vida. De base cinza elefante (um tom cinzento esverdeado)e com toques de azul e preto, Rodolfo desenvolveu um quarto clássico/industrial com um carácter bastante masculino.

“O Closet de sonho”

Por Ana Antunes

Como muitas mulheres, Sónia Loureiro tinha o sonho de ter um closet, até então não tinha sido possível e foi ao ‘Querido’ que recorreu para que o seu desejo se realizasse. E nós oferecemos-lhe um closet de sonho e muito mais!

Aqui tínhamos um pequeno desafio que tornou num grande desafio! O closet era o sonho da candidata e, apesar do quarto ter boas dimensões ia ser impossível criar-se nesse espaço um quarto/closet. Tivemos que ocupar mais divisões e demolir paredes para que fosse possível ficar incrível como Ana Antunes tinha idealizado. O que neste projeto fazia sentido era demolir a parede do quarto de hospedes para o quarto do filho, e passar o quarto do filho para onde era o dos pais. Todos saíram a ganhar e com mais espaço.

O quarto/closet só seria possível com a demolição e assim a ligação da decoração flui pelos dois espaços de forma harmoniosa, onde o branco predomina e os apontamentos de azul complementam. A tonalidade da tinta branca escolhida vai buscar o tom do papel de parede aplicado na zona da cabeceira, papel parede este que se apresenta com um desenho de folhas em tom sobre tom, que confere ao espaço alguma dinamica dentro da sua leveza.

O roupeiro que estava no quarto ficava completamente obsoleto e com tanto espaço no closet não fazia sentido permanecer. De uma forma completamente original e contemporânea, Ana Antunes decidiu criar neste espaço um tocador: as portas saíram e revestimos todo o seu interior num material visualmente dinâmico, o maleiro foi mantido e assim ganhou-se um nicho neste espaço.

O closet em L é apresentado com várias soluções do IKEA muito completas para todo o tipo de roupa e acessórios. Gavetas, prateleiras e varões de diferentes alturas são o que compõe os roupeiros, e no meio deles foi colocado um espelho de cima a baixo que podia faltar. A grande dificuldade era não saber como fazer a organização para este casal em especifico, assim sendo foi feito de uma forma geral que cumpre com todos requisitos de um closet. Para complementar este espaço a secretária fazia todo o sentido, é um apoio e um local para teletrabalho.

Aqui a grande surpresa foi o quarto do filho, o João. Ficou num quarto maior do que estava, onde foi possível colocar uma cama maior. De tons masculinos, com o jogo de cores cinza, foi criado um quarto que vai acompanhar o crescimento do João sem precisar de alterações.

“No conforto do lar”

Por Luís Pedro de Abreu

Em Março do ano que passou, Sofia Real, descobriu que tinha uma doença que a leva a fazer quimioterapia por prevenção, e depois dessas sessões ela só quer um local onde possa descansar e recuperar. Foi então, nesse sentido que e candidatou ao ‘Querido, mudei a casa!’, no sentido de tornar a sua sala um espaço mais acolhedor e confortável onde pudesse repor as energias.

A primeira transformação visível na sala é a disposição da mesma, onde era a zona de refeições passou a ser a zona de estar e vice-versa.

Neste projecto, Luís Pedro, o nosso decorador, optou por tons claros e relaxantes. Nas paredes da sala usámos um tom bege claro que se insere perfeitamente na decoração pretendida. Para complementar o tom das paredes e criar textura e sensação de conforto colocámos um papel de parede que faz lembrar tecido, também ele bege.

O pavimento que existia na sala era um mosaico que tornava o ambiente muito frio e desconfortável, tentando responder a isso, colocámos um soalho flutuante que traz conforto visual e físico.

Como surpresa à candidata os Queridos uniram-se ainda mais e decidiram remodelar-lhe o quarto. Aqui o decorador optou por um tom verde água muito claro, que mais uma vez se insere na decoração pretendida e, desta forma, fomos ao encontro dos gostos revelados pela candidata.

No quarto usámos um papel de parede que será aplicado como painel em frente aos pés da cama que terá efeito meramente decorativo. Aplicámos também um papel de parede com efeito palhinha nas almofadas dos roupeiros existentes e nos roupeiros novos que implementámos, fazendo desta forma ligação entre os dois roupeiros.