“Cozinha para gerações”

Por Luís Pedro de Abreu

A casa da avó Lurdes é a típica casa da avó que se torna a casa da família, uma família que passou por alguns altos e baixos, com a perda do avô e da mãe. O sonho da mãe era candidatar-se ao Querido e o Gonçalo Santos, o noivo da neta Constança tomou as redes e fê-lo. A cozinha é um espaço onde a avó passa a maior parte do tempo, ela adora cozinhar e a família passa muito tempo nesta divisão, cada vez mais é um espaço de convívio.

Luís Pedro penso numa cozinha para a avó mas também a pensar na neta e no futuro marido dela, que irão viver aqui. Procurou uma cozinha para as duas gerações, uma cozinha funcional e moderna e fresca.

Nesta divisão existem duas zonas num só espaço: a zona de refeições e a cozinha. Na cozinha, para criar a funcionalidade, foi importante que os espaços e funções estivessem bem delineados e organizados: zona de frio, zona de confecções, zona de lavagens e uma pequena zona de lavandaria; antes as funções estavam todas cruzadas e agora está tudo bem distinto e funcional. A cozinha tem um degrau a meio, a bancada e a ilha atravessam o degrau à mesma altura para disfarçar este desnível.

Forraram-se as paredes todas a gesso cartonado para revestir os azulejos existentes e passou a haver então uma cozinha de base branca com moveis brancos lacados, quase a fazer lembrar um laboratório, para depois contrastar com as madeiras e o cinza escuro de uma parede que confere profundidade ao espaço. Pequenos apontamentos também em preto para ligam todo o design.

2 thoughts on ““Cozinha para gerações””

  1. É com isto que eu sonho em transformar a cozinha velha da casa do Algarve da minha mãe, já me candidatei e não me dão resposta lamento, ouçam-me por favor , não me dão resposta não dizem se receberam a candidatura.

Escrever um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.