Categoria: PARCERIAS

Querida Sofia Dias

Por Sofia Dias

“A magia do gesso cartonado

Com o passar dos tempos o mercado tem apresentado soluções construtivas que procuram melhorar não só a qualidade, mas também a facilidade e a rapidez de execução das obras. É o caso do gesso cartonado, que nos dias que correm é usado em praticamente tudo.

Com esta solução fazemos divisórias (paredes interiores), tetos falsos, elementos decorativos, estruturas de apoio, enfim. Haja ideias e imaginação e o gesso cartonado faz. A realidade é que o material é cada vez mais usado porque acrescenta valor aos projetos. Quando se opta por tetos falsos em gesso cartonado temos no imediato dois ganhos: Possibilidade de melhorar a iluminação e conforto acústico, uma vez que esta solução vai permitir relocalizar pontos de luz, e baixar o nível do eco. As divisórias de gesso cartonado são mais “finas” que uma parede convencional de alvenaria e faz muito menos “lixo”, assim como demora muito menos tempo a ser executado em obra. Na decoração vem ainda acrescentar a versatilidade, pois podemos construir prateleiras, nichos, sancas de luz indireta, etc, que vão dar aquele toque especial ao espaço. Esta solução apresenta uma boa resistência, tanto física como à humidade e ao fogo, pois podemos de acordo com o projeto executar o trabalho escolhendo o gesso com as características que precisamos. É o caso das lareiras que quando as modernizamos usamos gesso ignífugo e em espaços húmidos (cozinhas e instalações sanitárias) usamos o gesso hidrófugo.

A sua qualidade e versatilidade acrescenta muito aos projetos e ao seu bem-estar, e por isso, é o material mais utilizado aos dias de hoje.”

Querida Sofia Dias

Por Sofia Dias

“Casas de banho com ou sem banheira?

Todos nós em algum momento já nos vimos confrontados com a decisão de deixarmos banheira na casa de banho ou trocar por uma base de duche. A realidade é que a decisão depende de 3 fatores: o estilo de vida, o agregado familiar e claro, o espaço existente.

No nosso dia-a-dia são muitos os pedidos para remodelar as casas de banho, e arriscaria dizer que 90% dos nossos pedidos tem banheira e que 90% das vezes a decisão é remover a banheira e colocar uma base de duche. Por norma adia-se esta decisão por se pensar que para remover a banheira se torna necessário alterar o layout existente do espaço e é de facto um engano.

Como em tudo, a evolução acontece, e o que era correto há 20 anos hoje pode já não fazer sentido e as casas de banho são um bom exemplo desta evolução. Com a ajuda técnica estuda-se a melhor forma de tornar as casas de banho práticas e fáceis de usar no dia-a-dia.

Mas vamos passar à prática, remover uma banheira dá trabalho sim, mas no final o ganho é substancial. A troca para a base de duche implica alterar rede de água, porque a altura da torneira no duche é mais alta, e alterar também o esgoto que na base de duche fica dentro do pavimento. Depois tem de se escolher revestimentos para forrar as paredes porque ao retirar a banheira as paredes ficam “rotas”, significa que não existe revestimento por trás. No fim escolhe-se uma divisória de duche para evitar a saída das águas para o exterior e já está.

Com esta pequena alteração ganham uma casa de banho mais prática e geralmente mais espaçosa. Sim, porque com a alteração podem ainda relocalizar os outros equipamentos e todo o espaço fica mais funcional.

Então, ainda tem dúvidas que retirar a banheira vale a pena? Acredite, é possível e vale muito a pena.”

A Casa Sustentável da IKEA

https://www.ikea.com/pt/pt/

A IKEA é uma das nossas principais marcas parceiras e a importância que concedem à sustentabilidade faz-nos querer usufruir ainda mais dos seus produtos. A Casa Sustentável da IKEA mostra-lhe como é possível ser amigo do ambiente e poupar. “Sustentabilidade” é um termo que deveríamos aplicar no nosso dia-a-dia.

Querida Sofia Dias

“Casa eficiente, porque não?” – Um dos nossos maiores desafios é responder a esta pergunta tanto ao nível projetual como na realização das obras.

Pondo em prática algumas medidas é possível tornar as casas mais confortáveis e eficientes, e ao mesmo tempo diminuir a pegada humana no ambiente, e o resultado final inevitavelmente é sempre uma poupança nas despesas da casa. E como é que se consegue esta meta? A Sofia dá uma ajuda:

– Começar por trocar as antigas janelas de alumínio com vidro simples por uma caixilharia com corte térmico e vidro duplo vai trazer mais conforto térmico e acústico à sua casa.

– Melhorar o isolamento das paredes exteriores vai ajudar a diminuir as pontes térmicas e por sua vez diminuir os custos para aquecer e arrefecer a casa.

– Instalar equipamentos de apoio à produção das águas quentes sanitárias e para o aquecimento da casa com recurso a energias renováveis vai fazer com que reduza a despesa com a energia despendida para esse efeito.

Os projetos de reabilitação ou de raiz podem ser realizados logo indo ao encontro da sustentabilidade, redução da pegada humana e com o objetivo de ter uma casa confortável.

Querida Sofia Dias

Cozinhas perfeitas, porque não?

O que torna uma cozinha perfeita? É difícil responder, mas nós damos uma ajudinha. A Querida Sofia Dias ao longo dos anos tem vindo a ajudar todos o que a procuram no encontro da sua cozinha perfeita.

Nos dias que correm a cozinha oferece algo mais além da funcionalidade, sendo este local o centro de reunião familiar e por vezes o local principal de convívio.

O espaço deve refletir a personalidade de cada um, os seus hábitos, estilo e é neste equilíbrio que está o desafio. A planificação, desenho, escolha de materiais e construção de uma cozinha depende da sua localização na casa e nem sempre o que idealizamos é o mais indicado para o espaço.

Todas as nossas cozinhas são criteriosamente desenhadas em função do espaço, utilização, numero do agregado familiar e sua composição. A personalização é total e o nosso objetivo é ter sempre uma cozinha útil, funcional e bonita. Só assim faz sentido!
Por isso, com ilha, com península, pequena, grande, em openspace ou em kitchenet, a cozinha deverá ser sempre única e à sua imagem.

Querida Sofia Dias


A unidade da Querida Sofia Dias dedica-se não só, mas também, à construção de moradias de raiz, sendo de há alguns anos para cá, uma das unidades habilitadas à construção das já conhecidas Casas de Sonho – uma parceria Remax e Melom.

Vamos então contar-vos a história desta moradia de 140 m2 que se tratava de uma casa antiga, cuja construção de pequenos anexos foi surgindo de modo orgânico e pouco estruturado, e tal como a sua demolição veio comprovar, esta alteração não seria possível sem uma nova estrutura.

cof

Optou-se pela utilização de um sistema de construção tradicional com estrutura de betão armado e alvenaria de blocos, enriquecida com soluções de revestimentos exteriores e interiores recentes no mercado da
construção. Toda a moradia está revestida de sistemas necessários para a utilização diária de uma família com os requisitos e as exigências atuais.


Não poderíamos encarar este projeto como uma tradicional moradia e por isso o design do seu interior marca pela diferenciação em alguns aspetos, nomeadamente o openspace criado na cozinha e sala. A guarda de escada pouco convencional produzida à medida. As sancas de luz indireta em tetos falsos. E claro, alguns pormenores decorativos como a escolha de pavimentos de tendência nas instalações sanitárias e a criação de uma parede magnética na cozinha para melhor enquadrar a península no espaço de refeição da sala.


As moradias são projetos muito especiais, sentimos que as famílias entregam nas nossas mãos a realização de um sonho. A confiança das famílias cria-se e manifesta-se desde o momento que, do zero se adjudica um projeto, até ao final, na entrega da chave, com tudo pronto a habitar.