“Refúgio Colonial”

Por Ana Antunes

O ano de 2020 está a ser, como bem sabemos, uma adaptação para todos a uma nova realidade, e um dos grupos que mais tem sido afectado com esta situação é a população idosa. A Casa de Repouso Varandas da Malveira é um lar e o QUERIDO quis dar o seu contributo homenageando os idosos do nosso país.

A candidatura foi enviada pela Sandrina Queiroz, uma das animadoras do lar. Depois de diversas tentativas pedia-nos “um espaço minimalista e que o ambiente transmitisse paz, tranquilidade e boas energias”. O teto de garagem que tinha saltou-nos logo à vista e pareceu-nos o mais urgente, era fundamental fazer um teto falso e isolar bem o espaço. O isolamento passava também por mudar o grande vão de janelas que o espaço apresenta.

Este espaço, que no fim se torna clean e luminoso, é inspirado num ‘Refúgio Colonial’. O estilo colonial encontra-se na fusão do estilo clássico com o contemporâneo, numa versão exótica que nos transporta para as casas antigas do século XIX e oferece ao utentes uma nostalgia de outros tempos. Os elementos característicos deste estilo são o mobiliário em palhinha, os móveis artesanais europeus com madeiras exóticas e as ventoinhas, elementos que vimos presentes na decoração que Ana Antunes aqui cria.

De forma a ligar todos estes elementos e a dar vida ao espaço, Ana Antunes incluiu no projecto molduras que criam ilusão de quadros gigantes. No seu interior o papel de parede a preto e branco remonta o exotismo deste estilo colonial sem retirar o protagonismo ao verde da paisagem envolvente.

” A decoração não é característica de nenhuma idade, até porque aqui a idade não importa quando ainda há muitos sonhos”, diz-nos a candidata depois de ver o resultado final.

Escrever um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.